Como garantir o máximo de sustentabilidade no seu projeto em container?

Gostou? compartilhe!

Como garantir o máximo de sustentabilidade no seu projeto em container?

A degradação do meio ambiente provoca mudanças climáticas e outros problemas que ameaçam a existência da humanidade, exigindo que todos nós, de alguma forma, adotemos hábitos que tornem o planeta um lugar mais sustentável.
Claro que, se você escolhe realizar seu projeto utilizando containers, já está fazendo isso. Mas, para aqueles que querem ir além, é possível tornar o empreendimento ainda mais sustentável. Saiba como!

Como tornar seus projetos ainda mais ecologicamente corretos?

Veja algumas dicas:

– Contrate empresas responsáveis

Realize seu projeto com profissionais que unam qualidade, tecnologia e responsabilidade ambiental. Sua obra pode atender às suas expectativas sem impactar negativamente o solo, por exemplo.

– Evite desperdícios

Um dos maiores problemas da construção civil é a quantidade de material utilizado. É comum que cálculos incorretos façam com que materiais sobrem ao final da obra e o proprietário não saiba o que fazer com elas.
Mas isso não acontece em projetos sustentáveis, que se preocupam em utilizar estritamente o necessário. Isso reduz os gastos e evita desperdícios.

– Descarte corretamente seus resíduos

Sobrou material? Procure por espaços corretos de descarte ou doação, já que o que não te interessa mais pode ser o que outras pessoas buscam.

– Use painéis solares

Também chamados de painéis fotovoltaicos, eles são placas que permitem a absorção de luz solar e a sua transformação em eletricidade.
A instalação dos painéis possui um custo mais elevado do que o da eletricidade comum, mas a longo prazo mostra-se mais rentável. É um investimento pessoal e para o meio ambiente.
Lembre-se de que um projeto em container custa em média 30% menos do que um em alvenaria. Que tal aproveitar essa economia para investir em energia solar?

– EPS e lã de PET

Projetos de container que necessitem de aprimoramento térmico e acústico podem utilizar dois tipos de materiais:
Poliestireno Expandido, o EPS, indicado para os containers tipo reefer, que já possuem revestimento térmico. Este material auxilia no controle de temperatura e é reciclável.
Lã de PET: utilizada em containers tipo dry que não possuem em sua estrutura original proteção térmica. É produzida a partir da reciclagem de garrafas PET e são atóxicas e não inflamáveis.

– Jardins verticais

Além do toque de beleza, os jardins verticais são funcionais: servem como barreira acústica, umidificam e purificam o ar interno do espaço. Essa é uma dica de decoração que vai embelezar o projeto e favorecer o meio ambiente.

– DIY

Sigla para Do it yourself (em inglês, faça você mesmo) é um movimento que estimula as pessoas a darem vazão à criatividade e produzirem objetos decorativos sustentáveis.
Os materiais do cotidiano que seriam descartados podem ganhar um novo uso e se transformarem em vasos de planta para jardins verticais, porta-canetas, ornamentos e muito mais. Pallets, por exemplo, podem ser empregados na fabricação de sofás, estantes e mesas.

Converse com a Compass e descubra como tornar seu projeto ainda mais ecofriendly!



Gostou? compartilhe!

Whatsapp COMPASS Whatsapp COMPASS