Do básico ao acabamento: como os containers são fabricados?

Gostou? compartilhe!

Do básico ao acabamento: como os containers são fabricados?

Foi o americano Malcom McLean que, em 1957, após observar o lento embarque de algodão no porto de Nova Iorque, teve a ideia de utilizar grandes caixas feitas de aço para armazenar e transportar a mercadoria. Dessa forma, elas poderiam ser embarcadas nos navios, facilitando muito o trabalho e agilizando o processo.

McLean expandiu a sua empresa de caminhões, fazendo com que ela usasse os containers para transporte marítimo, ferroviário, fluvial e rodoviário, além de abranger os terminais dos portos. E foi assim que a contentorização passou a existir de fato.

Hoje em dia, os containers são usados para diversas outras funções além de transporte. É possível construir casas, lojas, almoxarifados, alojamentos, escritórios, etc. Tudo isso com conforto, comodidade e sustentabilidade, além de um ótimo custo-benefício.

Mesmo sabendo de tudo isso, você pode ter dúvidas sobre como os containers são fabricados. Por isso, nós apresentaremos abaixo o passo a passo de como funciona o processo que leva os containers prontinhos até você, do jeito que você quiser. Aproveite a leitura!

 

Veja como os containers são fabricados

Primeiramente, é importante saber que, apesar de nós estarmos falando sobre a fabricação dos containers marítimos, eles não são fabricados aqui devido ao alto custo que esse processo envolve.  Aliás, atualmente, a China é o maior fabricante, embora haja outros países que também o façam.

Confira a seguir o passo a passo e entenda melhor o processo:

 

Passo 1 – Planejamento

Antes de ser fabricado, é preciso saber exatamente que tipo de container deverá ser feito, já que existem variados tipos disponíveis. O cliente tem que apresentar à empresa o perfil da construção que está pretendendo realizar, informando se é comercial ou residencial.
Também será necessário dizer quantas pessoas irão ocupar o espaço, em qual local o container será colocado, o quanto será investido, etc.
Dessa forma, o profissional responsável pelo planejamento irá desenvolver um projeto considerando todas as informações dadas e o cliente poderá visualizar o desenho antes de ele ser posto em execução. Se for o caso, ele também pode pedir mudanças.

 

Passo 2 – Orçamento

É durante a parte do orçamento que alguns aspectos importantes precisam ser definidos, como o tipo de revestimento da parede (MDF, Drywall, PVC, etc.), o padrão de acabamento (luxuoso, econômico, etc.), o piso (laminado, porcelanato, etc.) e outros detalhes.
É possível que algumas revisões precisem ser feitas para se adequar ao orçamento do cliente e aos detalhes que ele deseja adicionar ao container.

 

Passo 3 – Fabricação

Com tudo definido, o container pode finalmente ser fabricado e aquele desenho do planejamento agora começará a ter uma forma real.
Primeiramente, o container passa por um tipo de tratamento anticorrosivo que inclui o lixamento da sua superfície e também a aplicação de primer. Além disso, a pintura da parte externa é feita, assim como os recortes das esquadrias.
Depois disso, são colocadas as instalações elétricas, o isolamento termo acústico, o revestimento escolhido e a parte sanitária. O acabamento também começa a ser feito, com o assentamento dos pisos, a fixação das portas e janelas, a pintura interna e a instalação de elementos hidráulicos e de objetos luminosos.
Todo esse processo ocorre em uma fábrica de forma rápida e eficiente, sem que você precise se preocupar. A empresa poderá enviar atualizações sobre os passos da fabricação. Tudo é feito com tecnologia da melhor qualidade.
Quando chegam ao Brasil, estes containers podem passar por um processo ainda maior de personalização, recebendo alterações que variam de acordo com o objetivo para o qual serão utilizados.

Para ter os melhores containers do jeitinho que você quiser, pode contar com a Compass! Nós temos os melhores serviços para você!



Gostou? compartilhe!

Whatsapp COMPASS Whatsapp COMPASS